[Desafio Históricos & Eu] O Príncipe dos Canalhas, de Loretta Chase @Arqueiro

Título: O Príncipe dos Canalhas
Autor: Loretta Chase
Lançamento: 2015
Páginas: 288
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Editora: Arqueiro

Sinopse: Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.
Bom dia gente! Hoje eu chego com a resenha pro #DesafioHistóricoseEu. É de um livro que também vi muito falar nos blogs de leitura. Loretta Chase nos apresenta uma série com vários "canalhas" no meio do contexto parisiense/londrino do séc. XIX. Conhecemos então O Príncipe dos Canalhas chamado Sebastian, o marquês de Dain. A autora usa muito o título do autor para descrevê-lo nas cenas do livro, irei chamá-lo de Dain aqui para ficar mais fácil o entendimento.

Dain começa sua infância de uma forma ruim (rejeitado pelo pai e abandonado pela mãe), a autora vai descrevendo tudo sobre a vida dele desde o nascimento até onde vai a história dos dias atuais. É interessante esse começo porque diferente dos outros livros que retratam esse mesmo tempo, eles nunca nos envolve com a história dos personagens masculinos. Geralmente os autores nos fazem um breve resumo. Por isso, achei interessante o livro relatar de forma bem detalhada todo o começo de vida de lorde Dain.

Conhecido por Belzebu e por ser tão feio quanto, Dain cresceu à margem das pessoas que sempre riam ou tinham medo dele. Nunca teve sucesso com as mulheres e tinha que pagar sempre a elas para conseguir seus favores. É por isso que ele se encanta com a doce Jessica Trent. Irmã de um de seus seguidores que está perdendo toda as suas economias com tantas festas e meretrizes, a moça chega a Paris para tirar seu irmão da má companhia de Belzebu. Só que a atração dos dois é inédita e rola aquelas faíscas por parte de ambos mas os dois fingem não notar já que Dain usa uma máscara de hostilidade e sarcasmo quando algo o deixa surpreso e aflito.


Porém, acontece algumas presepadas por parte de Dain e Jessica que ambos acabam enfim casados. É por meio do casamento que eles enfim vão se conhecendo. Lorde Dain descobre que Jessica é uma mulher incomum. É feroz, não deixa as coisas pela metade e age se quer alguma coisa. Ainda por cima, ela vê em Dain o que ninguém viu: um coração de um menino que foi abandonado e que precisa muito de carinho. A richa dos dois é imbatível em cada capítulo e confesso que ri muito vendo as cenas dos dois. Em meio a esses conflitos internos, fora da vida de ambos, há pessoas que querem destruí-los e a ganância é o fator principal pra isso, o que me preocupou porque eu fiquei sem saber exatamente o que ia acontecer, e isso dá um ar misterioso para o livro, o que me chama a atenção.

Jessica acaba se deixando levar por Dain e acaba se apaixonando por ele e as reações dela a isso fazem com que Dain entenda tudo errado. É incrível como ele só consegue pensar o pior o que torna a cena muito hilária e não tensa como achei que deveria ser. Juro que nessas partes do livro, eu dava altas gargalhadas. Dain vai deixando seu coração descongelar aos poucos, mas toda vez que percebe isso, ele coloca sua máscara de hostilidade para não parecer frágil. É como se fosse o crescimento de ambos de um em relação ao outro, mas se eles quiserem realmente tentar ficarem juntos, irão ter que passar por vários desafios e intrigas que acabam sempre aparecendo para separar o casal. 

O livro é fabuloso na minha opinião mas é um pouco previsível, o que sempre me decepciona com histórias desse tipo. Em algumas partes, a leitura ficou difícil e eu me perdia facilmente mas o enredo em geral me impressionou e por isso eu gostei tanto. É um livro muito bom para quem gosta de romances da época e eu indico a todos!



Minha evolução do desafio:
Ler um Romance Histórico com um casal na capa. (O Príncipe dos Canalhas)
Ler um Romance Histórico nacional.
Ler um Romance Histórico clássico.
Ler um Romance Histórico em que o mocinho seja guerreiro.
Ler um Romance Histórico com a temática casamento. (Ligeiramente Casados)
Ler um Romance Histórico com mais de 500 páginas.
Ler um Romance Histórico de banca.
Ler um Romance Histórico com a capa masculina.
Ler um Romance Histórico ambientado no século 19. (Um Beijo Inesquecível)
Ler um Romance Histórico que você comprou pela capa.
Ler um Romance Histórico que o título comece com a inicial do seu nome.
Ler um Romance Histórico sobrenatural/fantasia.

0 comentários

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤