[Resenha] Aprendendo a seduzir, de Patricia Cabot @Essência

Título: Aprendendo a seduzir
Autor: Patricia Cabot
Lançamento: 2016
Páginas: 368
Gênero: Chick-lit / Romance / Literatura Estrangeira / Ficção
Editora: Essência
Sinopse: O que qualquer mulher faria se flagrasse o noivo aos beijos com outra mulher?Cancelaria o casamento e nunca mais colocaria os olhos no desalmado traidor. Certo?Não lady Caroline Linford.Apaixonada pelo belo e galante marquês de Winchilsea, ela não se dá por vencida e resolve ir em frente com o casamento. Afinal, lady Linford ama seu prometido.Com o intuito de se tornar o único objeto do desejo de seu noivo, ela convoca o renomado Braden Granville, mestre na arte da sedução, para, com ele, aprender a ser a melhor amante que Winchilsea pode vir a ter.Porém, a aluna se torna tão aplicada que arrancará mais que elogios de seu professor...
Olá, como vai? Eu somente havia lido um livro da Meg Cabot, mas sei que ela é conhecida mundialmente por suas obras, principalmente O Diário de Uma Princesa. Como uma aficionada por romances de época, eu estava muito eufórica para ler esse livro de seu pseudônimo Patricia Cabot. Devo já comentar que amei o livro antes de tudo, desde a narração, os personagens e a história que se mostrou tão envolvente como nenhuma outra.

Já no primeiro capítulo percebo o quanto nossa personagem principal Caroline Lindford é inocente. Ela acaba de flagrar seu noivo no meio das pernas de outra mulher e simplesmente não faz nada. Se fosse eu já teria feito o maior barraco e matado os dois. Mas ela é boa demais para isso e acaba saindo do recinto onde tudo acontece e pensando melhor no que vai fazer. Ela também se mostra ser bastante indecisa pois o livro inteiro ela pensa demais e fica sem saber quais decisões tomar.

Nesse exato momento, Braden Granville aparece, o noivo da mulher que estava aos beijos com o seu noivo na sala ao lado. Caroline não sabe o que fazer, mas tem certeza que se Braden descobrir os dois se agarrando, não vai pensar duas vezes e vai atirar em Hurst, seu noivo. Ela então tenta distraí-lo o máximo possível e acaba que Braden não consegue pegar os dois. O que ela não sabe é que Braden quer justamente descobrir quem é o tal homem que sua noiva o trai. Ele quer saber porque quando romper o noivado com ela, coisa que ele está louco para fazer, ela provavelmente irá mover um processo contra ele por quebra de promessa e ele precisa do nome do amante para livrar-se dela. É claro que ele poderia dar a ela o dinheiro facilmente já que fez sua fortuna criando e vendendo armas, mas o seu orgulho fala mais alto.

Caroline acha que Hurst irá terminar seu noivado com ela e aguarda ansiosamente por isso, mas ele não o faz para sua surpresa. Ela é tão inocente que pensou que Hurst amava a mulher que estava aos beijos e que iria se casar com ela, mas ele age como se nada tivesse acontecido e Caroline ainda permance sua noiva. O que ela percebe então é que Hurst somente a quer pelo seu dinheiro visto que apesar dele ter o título de marquês, ele não tem um tustão furado. Mas Caroline não pode simplesmente terminar o noivado já que seu nome seria manchado e ela nunca mais arranjaria um marido, além do mais Hurst salvou a vida de Tommy, seu irmão, quando ele levou um tiro e ela se sente na obrigação de ser grata a ele.

O que ela poderia fazer então? Aconselhada por sua mãe, ela decide que precisa conquistar Hurst usando suas armas femininas, mas infelizmente ela não sabe desempenhar tal papel já que é completamente virginal e sem atrativos nenhum. Sem saber o que fazer, ela acaba tendo a "brilhante" ideia de pedir a Braden Granville aulas de sedução. Em troca ela iria testemunhar em favor dele contra sua noiva na corte, mas ela não iria relevar o nome do amante pois teme por sua vida. Braden fica chocado com a oferta da moça, mas acaba enfim sedendo e juntos começam as aulas.
"Todo mundo pensa que eu sou só isso. Uma jovem lady. Eu estou cansada de ser uma jovem lady." Qual era o problema? Ela já havia sido estúpida. Por que não deixar a humilhação ser completa? "Eu quero se uma mulher. Só que ninguém me diz como fazer isso.”
Como todo bom romance sobre aulas de sedução, é preciso praticar. E são nessas práticas que os dois acabam se envolvendo até demais. Ambos precisam entender seus sentimentos, principalmente Caroline que nunca se veria apaixonada por um tipo como Branden - libertino, arrogante e bruto -. É nesse contexto entre o romance proibido dos dois que outros coisas acontecem e que me chamaram a atenção pois eu achei que o livro iria ficar somente nesse contexto. Ameaças, vingança e muita história faz dessa trama algo extremamente envolvente e cativante.

Me apaixonei pela escrita da autora e pela Caroline. Ri demais com a sua inocência em algumas cenas e me deixei envolver por suas inseguranças. Braden se mostrou muito mais que um mero sedutor, ele é alguém bom e de boa índole mas é difícil provar isso sendo que ele nem título tem. O livro aborda dois temas muito conhecidos em romances de época: a diferença entre as classes sociais e os julgamentos entre homens e mulheres. Vemos que as pessoas também só se casam por títulos ou por dinheiro e que a sociedade daquela época tende a julgar a mulher de uma forma horrenda se comparada ao homem sobre suas escolhas. Por ter abordado esses assuntos de forma bastante real e ao mesmo tempo sutil, ele acabou me pegando de jeito e terminei o livro em dois dias.

Uma leitura ótima, prazerosa, que te faz rir e com certeza suspirar. Patricia Cabot se superou nessa obra e acredito que se ela fizesse outros romances de época, eles seriam tão bons quanto esse. S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L!



2 comentários

  1. Li muito Meg Cabot junto com minha filha, começamos com a série "O Diário da Princesa" e depois acho que comprei quase todos da Meg para ela. Mas da "Patricia Cabot" só li um até hoje. Creio que também vou gostar deste livro, pois sou uma apaixonada por romances de época e pela Meg.
    Abraços,
    Gisela
    Ler para Divertir
    Participe do Top Comentarista de Abril, serão 3 ganhadores e você ainda pode ganhar um livro a sua escolha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Gisela, como vai? Esse livro se tornou perfeito aos meus olhos, com certeza é uma ótima indicação para ler! Beijos
      Mika

      Excluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤