[Resenha] Mar de Rosas, de Nora Roberts @Arqueiro

Título: Mar de Rosas
Autor: Nora Roberts
Lançamento: 2014
Páginas: 288
Gênero: Romance / Ficção / Literatura Estrangeira
Editora: Arqueiro

Sinopse: Emma Grant é a decoradora da Votos, empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas de infância – Mac, Parker e Laurel. Ela passa os dias cercada de flores, imersa em seu aroma, criando e montando arranjos e buquês. Criada em uma família tradicional e muito unida, Emma cresceu ouvindo a história de amor dos pais. Não é de espantar que tenha se tornado uma romântica inveterada, cultivando um sonho desde menina: dançar no jardim, sob a luz do luar, com seu verdadeiro amor. Os pais de Jack se separaram quando ele era garoto, e isso lhe causou um trauma muito profundo. Ele se tornou um homem bonito e popular entre as mulheres, porém incapaz de assumir um compromisso. Quando Emma e suas três amigas fundaram a Votos, foi Jack, o melhor amigo do irmão de Parker, quem cuidou de toda a reforma para transformar a propriedade no melhor espaço para casamentos do estado. 

Bom dia lindos, como vão? Hoje trago a resenha de Mar de Rosas, lançado pela editora Arqueiro em 2014 da série Quarteto de Noivas. Para quem não conhece a série, leia a resenha do primeiro livro Álbum de Casamento. Nesse segundo volume conhecemos a doce Emma Grant. Ela é o tipo de pessoa que sempre está feliz e nunca vê  defeito em nada, daquelas que quase nunca se irritam. Emma foi criada em meio a história de amor dos pais e por isso quer para si um casamento como o deles: cheio de amor, afeto e carinho. Mas encontrar o amor é difícil, ainda mais quando ela consegue chamar a atenção de muitos homens com sua beleza exótica e seu espírito de garota, mas nenhum sendo o cara certo. 

Jack, que protagonizará esse romance, é um arquiteto muito bonito e charmoso e melhor amigo de Del, irmão de Parker (uma das integrantes do quarteto). Sempre teve uma quedinha pela Emma, porém, por Del considerá-las irmãs dele, ele nunca teve coragem de contar para o amigo sobre essa atração que sentia pela moça. O livro começa retratando em um pequeno prólogo como nasceu a paixão da Emma pelas flores assim como em Álbum de Casamento. Aliás, Nora colocou em todos os livros o mesmo princípio, o que é algo muito legal porque vamos conhecendo um pouco mais sobre as personagens antes mesmo de ler a história sobre elas.  


O contexto do livro começa em uma festa onde Emma e Jack estão, porém estão desacompanhados. Até então, Emma nem sabe que Jack está nesta festa enquanto ele a observa de longe. Depois do fim da noite, Emma resolve ir para casa porém seu carro quebra e ela fica no meio da rua esperando uma "alma caridosa" ajudá-la e adivinha só quem seria essa alma? Jack aparece justamente nesse momento. Que romântico! É nesse momento que rola um clima entre os dois mas ambos fingem que não aconteceu nada e resolvem deixar para lá.


Após o acontecido, os dias vão sendo narrados  e vamos conhecendo mais sobre a amizade do quarteto e mais sobre os processos das flores, ou melhor, da decoração que é onde Emma trabalha. O processo de decoração é narrado com tanta veracidade que faz com que o leitor sinta-se parte do livro assim como eu disse na resenha de Álbum de Casamento. 

No decorrer do tempo e por alguns acontecimentos que não irei revelar, Jack e Emma se beijam e acabam indo para a cama. O que Emma não esperava era que uma paixão adolescente fosse se transformar em amor já que ela também nutria sentimentos por Jack desde muito jovem. E para Jack o mesmo acontece, porém, como quase todo personagem masculino em livros de romance, ele ainda não consegue admitir para si mesmo a força de seus sentimentos. 

O que acontece depois é resultado do primeiro beijo e juntos embarcam cada vez mais nas loucuras um do outro, não conseguindo se desgrudarem. O problema é que Emma sabe o que quer de Jack, mas será que ele está disposto a deixar sua vida de solteiro para embarcar em um romance com ela? Esse é o grande dilema do livro inteiro e quanto mais li, mais fiquei encantada pelo enredo que Nora criou. 

“Não, não, já estava romantizando tudo. Por que fazia isso? Sempre passava da luxúria saudável para o romance. Esse era o seu problema e certamente estava enraizado na maravilhosa história de amor dos seus pais. Como poderia não querer aquilo para si.” 

Lembrando que a história é narrada em primeira pessoa pela perspectiva de ambas as partes. Ressalto também que o livro deve ser lido na ordem certinha porque muitos personagens são repetitivos e a história é contínua, então se caso você ler um dos livros por acaso, tem grandes chances de encontrar spoilers dos outros títulos. Os personagens são doces e carismáticos e me vi apaixonada por Jack. QUERO ELE PRA MIM! É um livro maravilhoso e me impressionou assim como o primeiro livro da série. Com certeza Quarteto de Noivas é uma série que encanta qualquer um que a lê, por isso indico a todos os gostos.



2 comentários

  1. Mulher parabéns pela resenha , ficou ótima ♥ . Eu simplesmente amo de paixão esse quarteto . Só muito amor , esse de Emma é o mais foto de todos ( todo romantismo ♥ ) . Confesso que eu lia e imaginava uma série de TV com elas HiHi .

    Beijos ,
    Gleyce Garcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quarteto de Noivas foi um dos melhores livros que já, com certeza. Poderiam fazer filmes ou série mesmo sobre elas, iria ser perfeito!

      Excluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤