5 coisas que eu odeio em um livro

  • 09:10
  • 09 maio 2016
  • Livros são tão bons que é quase impossível nós leitores não gostarmos de algo. O máximo que não gostamos talvez seja da história ou a forma da escrita do autor, mas raramente reclamamos mais que isso em uma leitura. No meu caso, há inúmeros fatores que não me atraem em um livro. São coisas pequenininhas acerca do enredo que eu realmente detesto e faço de tudo para evitar livros do tipo para não acabar xingando a mil e uma gerações do autor. A culpa não é deles, eu sei. Acontece que muitos livros não condizem com nosso gosto e a gente acaba não gostando porque ele não se adéqua ao nosso estilo de livro ideal. 

    É nesse post então que enumero para vocês conhecerem as cinco coisas que eu odeio em um livro e falando por odiar, quero dizer, que não gosto tanto ao ponto de desistir da leitura ás vezes. Claro que temos suas exceções e apesar do livro conter essas coisinhas, a gente acaba gostando no final. Talvez você acabe se identificando com alguma das situações citadas abaixo, e se tiver, deixe nos comentários sua opinião. 

    5. Livros densos/pesados demais
    É muito normal vermos livros que se tratam de diversos assuntos polêmicos e muito delicados. Quantas vezes nos vemos envolvidos com livros assim? Pois é. Acontece que recentemente eu andei lendo muitos livros com esse tipo de enredo - o personagem principal sempre sofria até o último segundo. Eu sofri tanto com a narrativa, tanto com as coisas ali retratadas, seja pela injustiça, pelo sofrimento dos personagens, seja pela negligência das pessoas ou até a densidade dos sentimentos ali retratados que eu acabei criando certa aversão a livros desse tipo. Agora procuro sempre ler a sinopse antes e se tiver a menor indicação de que eu vou chorar e que a leitura é pesada, eu já penso duas vezes antes de quer lê-lo.

    4. Personagens que negligenciam os outros
    Não é comum vermos personagens que negligenciam os outros, o máximo que estamos acostumados é um desentendimento entre pais e filhos ressentidos no enredo, mas sempre tem um livro que acaba fazendo com que você odeie a mãe, o pai, o tio e até o amigo se isso acontece. Depois que li Eleanor & Park e ver exatamente isso na leitura, acabei odiando tanto a personagem da mãe dela que pensei em parar de ler o livro e matar ela. Sério, pense numa coisa que me deixa indignada! Detesto quando você vê um personagem sofrendo por mil coisas e alguém próximo a eles, sabendo disso, não fazer nada para melhorar ou até mesmo acaba contribuindo para isso. A falta de iniciativa por parte de alguns personagens é algo que eu detesto! Já aconteceu com vocês?

    3. Finais não-felizes
    Essa é uma das coisas que mais odeio em um livro. Você torce a narrativa inteira para que algum personagem se dê bem, que o "Para Sempre" dele enfim aconteça, e quando você acha que isso realmente vai acontecer, o autor resolve matar o personagem ou fazer com que o final feliz da pessoa nunca aconteça. Isso aconteceu em um dos livros que mais me abalou recentemente e eu fiquei chorando por horas a fio, sem saber onde me enfiar. São coisas que me fazem perder a vontade de de ler porque faz você ter esperança, e no fim de tudo, o autor acaba despedaçando ela de uma vez, contribuindo mais uma vez para o quesito número 5, que faz com que eu odeie leituras densas.

    2. Finais que não convencem
    Dá para entender o que eu quis dizer? Garanto que muito leitor odeia quando isso acontece que é quando você está no ápice da leitura e do nada, percebe que o livro vai acabar ali, daquela maneira, sem nada mais a acrescentar. E o pior: esse livro é único e não faz parte de uma série. Odeio quando os autores resolvem terminar a história do nada, sem mais explicações e no mínimo, com um final ridículo que nem chega acontecer. Pior que isso é quando eles resolvem fazer uma enrola inteira ao longo do livro e no final, tudo é muito corrido, muito rápido, como se tudo começasse a se resolver do nada e ficasse tudo bem. São finais extremamente sem graças e causam a impressão no leitor que o autor não se empenhou em fazer o final ou até mesmo que ele não tinha ideias suficientes para escrever um fim digno. É uma das coisas que me fazem odiar não somente o livro, mas infelizmente aquele que escreveu também.

    1. Personagens femininas fáceis demais
    Quem lê livros eróticos sabe do que estou falando. Quando comecei a lê-los, eu via personagens femininas muitos fracas e que se deixavam dominar facilmente. No começo era legal ver a personagem assim, porque víamos o par masculino dela como um Príncipe Encantado que a ajudaria, mas infelizmente, isso acabou perdendo a graça para mim. Abandonei diversas leituras porque a personagem principal era daquele tipo que aceitava tudo o que o personagem masculino "dominador" quer, sem questionar nada, como se ela fosse apenas uma empregada que aceita ordens. Pense numa coisa que me irrita. 

    Acostumei a ler livros com personagens ousadas, fortes, que não fazem nada que não queiram. Personagens fáceis demais chegam a ser ridículas, não dando veracidade a narrativa, até porque nenhuma mulher na vida real seria tão idiota a esse ponto de se submeter a tudo o que alguém diz, mesmo que ele seja bonito, rico e um Deus grego. Isso não existe, por favor!!!  

    E essas são as cinco coisas que mais odeio em um livro. Se identifica com alguma delas? Deixe nos comentários sua opinião e aproveite e diga qual a coisa que mais detesta em um livro. Beijão!


    Comentário(s)
    6 Comentário(s)

    Oii, concordo com algumas coisas que você disse. DETESTO livros em que as meninas são fáceis e os caras mandãos, isso me irrita mais que tudo. Também detesto livros que acabam se acabar!

    Já com a parte de ter esperanças não atendidas e livros pesados, acho que isso faz um pouco parte da vida de um leitor. Eu não amo livros assim mas também não odeio, alguns livros não deixam de ser bons por isso. E as vezes, ler algo do tipo pode dar uma mudada na rotina de sempre ler um romancezinho onde tudo acaba bem.

    Amei seu blog, estou seguindo <3

    Beijos,
    Natália

    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com

    Sei que esses livros são importantes para a nossa vida de leitor, mas me peguei muito cansada de sempre ver dramas demais. Ás vezes só precisamos ler algo leve para que tudo fique bem, nada muito denso.
    Beijos!
    P.S.: Já a seguia.

    Alice Duarte 9.5.16

    Oiiiee Miriã

    Concordo com todos os itens. Acho que a personagem corrimão, aquela que passa de mão em mão é a pior, mas já peguei ódio de personagens secundários malas. E aquela amiga que começa a namorar e esquece da melhor amiga? Ou aquela personagem egoista que só pensa nos seus próprios problemas (geralmente envolve um homem) e só descobre que a melhor amiga está em um bem mais grave quando o universo literalmente explode?
    Ufff, estes clichês irritantes não faltam mesmo....rsrs Tema divertido de debater

    beijos

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    Carol Mendes 9.5.16

    Gentes, adorei seu post! E concordo com você em todos os itens, também odeio essas coisas... às vezes o livro é lento ou rápido demais e isso atrapalha muito. Tem que ser o tempo certo e que convença. Ótimo post!

    Virando Amor

    Também detesto quando alguém começa a namorar e se esquece dos amigos, sacanagem! Personagens assim são sempre os piores.

    Oi Miriã,

    amei o post! Acho que até vou fazer um assim no blog (e claro que te citar como inspiração, ok?). Eu até que gosto de finais não felizes de vez enquanto, mas como você bem disse, o final precisa convencer! É péssimo quando o desfecho é muito abruto ou sem sentido. Também não suporto personagens chatos, que não fazem nada pelos outros, que só reclamam e que são fáceis demais!

    Beijos!
    Participe do sorteio do livro Supernova: O Encantador de Flechas + Kit de mimos
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    Tecnologia do Blogger.