[Livros com temas] Especial Dia das Mães: Relacionamentos entre mãe e filhos

  • 14:44
  • 08 maio 2016
  • Hoje é dia 08/05 e como todos nós brasileiros sabemos, Dia das Mães. Hoje é o dia de declarar o amor que nós sentimos para nossas mães, mesmo que quem tenha sido ela fosse sua avó, seu pai, seu tio etc. Mãe é aquela pessoa que cuida, te vê crescer e te ama incondicionalmente, por isso não se acanhe no dia de hoje. Declare seus agradecimentos, fale o quanto ela é importante e especial para você mas lembrando que todo dia é dia das mães, certo?

    No post especial de hoje em homenagem a esse dia tão lindo, eu vim trazer 5 livros com o tema: relacionamento entre mães e filhos, seja ele desde o nascimento da criança ou até mesmo depois. A maioria dos livros citados abaixo eu não li, mas sei que são livros ótimos e capazes que farão você refletir sobre essa relação tão importante na vida de uma pessoa.

    5. Mãe e filho; Segredos de uma relação de Adriana Tettamanti
    O nascimento de um filho é uma experiência tão forte que põe em xeque tudo o que foi previsto. A realidade tem pouco a ver com os enxovais impecáveis, os conselhos assépticos, as fotos serenas. Ao entrar neste novo mundo, a mulher se angustia por achar que está falhando, que não consegue fazer o que as outras mães fazem. Nessas horas, são as mães – mais do que os filhos – que sentem falta de um “colo”. É esse amparo que a psicanalista Adriana Tettamanti oferece ao compartilhar experiências próprias e de outras mulheres sobre a delicada e, ao mesmo tempo, intensa ligação entre mães e filhos. Ao dividir medos, expor dúvidas, a autora mostra um caminho para que, no final, você possa responder, sem hesitar, que é a melhor mãe do mundo.

    4. A pior mãe do mundo de Isabel Clemente
    A pior mãe do mundo: uma biografia não autorizada de todos nós é uma coletânea bem-humorada sobre o cotidiano de uma família com filhos pequenos. Com muita leveza e descontração, as histórias resgatam preciosidades particulares e ao mesmo tempo universais sobre o convívio familiar, a partir de cenas reais. As crônicas lançam um olhar sobre as mudanças inevitáveis no mundo adulto, provocadas pelos desconcertantes questionamentos infantis. E, finalmente, conduzem o leitor a uma singela apoteose final de emoções ao destacar a infância como esse tempo que passa enquanto um dente cai.

    Este livro pretende que mulheres e homens, pais e mães, identifiquem-se com as situações retratadas, de forma natural. Resgata, graças a uma narrativa ágil e delicada, a noção de que acompanhar o crescimento de uma criança é um privilégio repleto de detalhes engraçados e apaixonantes, incluindo no pacote o cansaço. A pior mãe do mundo é verdadeiro e comovente, porque nada poderia ser mais humano do que o compromisso gerado pela mais nobre das missões: educar os filhos. Sem culpa.


    3. Fala sério, mãe! de Thalita Rebouças
    Amor, carinho, compreensão e, claro muitas, muitas brigas. Brigas importantes, bobas, engraçadas, memoráveis. Só variam conforme a idade. Boletim, arrumação do quarto, namorados, legumes, viagens, hora de chegar das festas... tudo é motivo para pelejas domésticas. Na primeira metade do livro, os textos mostram o ponto de vista da mãe. Mas depois do primeiro beijo, aos 12 anos, é Maria de Lourdes (ou Malu, como ela prefere) quem assume a narrativa.

    2. A culpa é da mãe de Elizabeth Monteiro
    Neste livro emocionante e catárquico, a psicoterapeuta Elizabeth Monteiro relata suas experiências – muitas vezes desastradas – como mãe de quatro filhos. Partindo das relações familiares na época de sua avó e passando pela própria infância, ela mostra que as mães, independentemente da geração, erram. Mas não devem se sentir culpadas por isso.

    1. A filha da minha mãe e eu de Maria Fernanda Guerrero [Leia a resenha aqui]
    Sensível e tão real a ponto de fazer você se sentir parte da família, A filha da minha mãe e eu conta a história do difícil relacionamento entre Helena e sua filha, Mariana. A história começa quando Mariana descobre que está grávida e se dá conta de que, antes de se tornar mãe, é preciso rever seu papel como filha, tentar compreender o de Helena e, principalmente, perdoar a ambas. Inicia-se, então, uma revisão do passado – processo doloroso, mas imensamente revelador, pautado por situações comoventes, personagens complexos e pequenas verdades que contêm a história de cada um. 

    Espero que tenham gostado das indicações dos livros. Se tiver lido algum ou se conhecer algum que retrate o mesmo enredo, indique para mim. Mais uma vez, Feliz Dia das Mães para você que teve a oportunidade de ter essa função maravilhosa que Deus nos dá. E você que ainda não tem, parabenize sua mãe pois ela merece! Beijos. bom domingo a todos.

    Comentário(s)
    4 Comentário(s)
    Quele Lorrane 8.5.16

    Aii que fofos! Espero um dia ler algum desses! ótima lista!
    Um beijo ;*
    Quele Lorrane ♥ | Girls Sweet

    Olá!
    Que incríveis. Adorei as indicações <3

    Beijão
    Leitora Cretina

    Jéssica Melo 8.5.16

    Olá Miriã, ainda não li nenhum desses livros, mas gostei da proposta de enredo de dois deles e quem sabe em breve eu não os leia *-*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    Só li um deles e em relação ao livro da Thalita Rebouças, eu li somente Fala sério, pai!, mas é completamente engraçado e cômico, uma leitura muito fácil. Acho que irão gostar! Beijos

    Tecnologia do Blogger.