[Resenha] A Coroa, de Kiera Cass @Seguinte

  • 11:08
  • 13 junho 2016
  • Título: A Coroa
    Autor: Kiera Cass
    Lançamento: 2016
    Páginas: 310
    Gênero: Distopia / Romance / Jovem Adulto
    Editora: Seguinte
    Sinopse: Em A Herdeira, o universo de a Seleção entrou numa nova era. Vinte anos se passaram desde que America Singer e o príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção. 

    Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil - e importante - do que esperava. 
    America Singer e o Príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção. 
    Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil - e importante - do que esperava.
    Essa resenha pode conter spoilers dos outros livros* 

    Eu demorei séculos para ler esse livro porque confundi ele com A Herdeira, o quarto volume da série. Acredite, eu tenho essa capacidade de confundir os nomes e as capas de livros completamente diferentes! Assim que descobri meu erro, eu fui logo ler o livro porque queria muito saber com quem Eadlyn iria ficar. Pois bem, não tenho nem palavras para descrever a miríade de emoções que o livro me causou. Terminei ele nesta madrugada e meus olhos estão inchados de tanto chorar. Calma! Ninguém morreu se você quer saber, mas a maneira como a autora foi tecendo o final fez com que eu ficasse muito feliz e muito emotiva ao longo da leitura.

    Quem ainda não sabe, vou contextualizar a história um pouco. Eadlyn é a gêmea destinada a coroa por sete minutos de diferença no nascimento com seu irmão Ahren. Como em algumas partes do país pequenas rebeliões estão acontecendo contra a monarquia e a abolição das castas, seus pais acharam melhor que ela fizesse sua Seleção para acalmar os ânimos dos súditos. Depois que sua mãe sofre o ataque cardíaco causado pelo casamento e fuga repentina de Ahren, seu irmão, Eadlyn foi nomeada regente até que sua mãe se recuperasse, dando um pouco de descanso ao seu pai que não saía de perto da esposa cheio de preocupação. Agora com todo o poder e sabendo através da carta deixada por Ahren que ela não é vista com bons olhos pela população, ela tem medo de ser rechaçada e que se virem contra ela. Apesar de tudo isso, ela ainda resolveu reduzir os números dos pretendentes da Seleção para seis, formando então A Elite.

    Eadlyn verá como é reger um país e sentirá na pele que não é nada fácil agradar a todos, mas ela é forte e destemida e acaba conseguindo fazer coisas boas em relação as tarefas que precisa cumprir. Em relação a Elite, fica mais difícil para ela escolher entre os seis escolhidos. Cada rapaz deixou marcas e aprendizados no coração de Eadlyn e ela vê ele como amigos e boas pessoas. Odeia o fato de que precisará mandar para casa cinco deles e que terá que ficar com um como seu príncipe consorte e marido. Porém, ela ainda se verá sob ameaça de uma pessoa que dizia ser amiga e o desafio de escolher entre seu coração e a vontade dos seus súditos.

    O que eu mais gostei neste livro foram os inúmeros finais que tiveram cada personagem. Parece que a autora não deu ponto sem nó e pude visualizar um final feliz e muito bem aceito, como deveria ser. Sem contar que eu estava torcendo para um rapaz especificamente no primeiro livro, já nesse eu acabei me apaixonando por todos e sofri muito com Eadlyn na hora de escolher com quem ficar. A aparição de uma possível paixão proibida também foi uma ótima sacada da autora, mas acho que o romance entre os personagens foi rápido demais e vi logo que eles estavam apaixonados sem terem um maior entrosamento, sem se conhecerem melhor de verdade. 

    O crescimento da personagem principal foi importantíssimo para suas decisões futuras neste livro e gostei muito dela no final. A pessoa esnobe que somente se importava consigo mesmo se mostrou audaciosa, carinhosa e preocupada com seu povo. A medida que fui chegando ao final fui chorando horrores como sabem por ter medo do que viria acontecer. Quem será que ganharia o coração da princesa, agora recentemente nomeada rainha? Essa incerteza foi perfeita para o fechamento do livro. Percebi que a autora terminou a série com chave de ouro e posso afirmar com certeza que esse foi o melhor livro que li de todos. Amei a narrativa leve e despreocupada da autora. Essa é uma das poucas distopias que eu realmente gostei e não há motivos para não indicá-la. Amei tudo e amei todos os personagens. A Seleção foi uma das melhores séries que li e por isso indico a todos que gostem do gênero e de romance. 

    Fonte: Blog Dani que Disse

    Os livros da série A Seleção

    Comentário(s)
    10 Comentário(s)
    Naty Araújo 13.6.16

    Hahahaha. Fiquei rindo adoidada quando você disse que confundiu ele com o 4º livro da série haha
    Que bom que você adoroooooou o livro. COnfesso que essa capa eu não gostei não.

    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br/

    Oi Miriã!Tudo bem?
    Acredita que só li o primeiro livro da série?
    Eu até gostei da história, mas como nunca sobra tempo e tenho outras prioridades, não consegui ler todos. Sem contar que preciso comprar o últimos livros rsrs

    Beijos!
    www.aculpaedosleitores.com

    Miriã Mikaely 13.6.16

    Eu detesto rosa, mas essa capa me chamou atenção. Pois é, eu consegui fazer essa proeza!
    Beijos.

    Miriã Mikaely 13.6.16

    Olá! Eu quando comecei, não consegui mais parar e terminei a trilogia online mesmo. Depois, comprei A Herdeira e a Coroa terminei em EPUB. Gostei bastante! Abraço.

    Ooi! nossa, é sério que você achou isso do casal?
    Porque eu senti que seria ele desde A Herdeira. A forma como eles conversavam, a amizade que tiveram... e até mesmo antes de eles se conhecerem, no dia do sorteio que alguém soltou uma determinada frase (to com preguiça de pegar o Kindle para marcar aqui qual é) ja tava bem obvio que ela ficaria com a pessoa menos obvia HAHAH

    Beijos
    Estilhaçando Livros

    Miriã Mikaely 13.6.16

    Olá. Faz um tempão que li A Herdeira e não me lembrava de quase nada, por isso para mim foi uma grande surpresa esta do casal. Eu fiquei meio sem rumo porque meu favorito não foi escolhido, mas acontece que acabei me apaixonando por todos e percebi que qualquer um poderia ser um belo par.
    Abraço!

    Diana Canaverde 13.6.16

    OI flor, tudo bem??
    Acho que sei porque gostou da leituras dos livros, porque nela tem pouca distopia rs... mas eu já li os dois primeiros livros da série e estou ensaiando para ler o terceiro.. não sei se lerei esses dois livros estendidos... fiquei mega chateada com a extensão, mas tudo bem... porque para os fãs foi um presente... a escrita de Kiera é muito gostosa... nesta trilogia... e que bom que o livro final foi bem satisfatório... eu sempre tenho medo de finalizar séries... com medo de ficar frustrada e foi poucas vezes que isso aconteceu ainda bem. Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    Miriã Mikaely 14.6.16

    Deve ser verdade, Diana. Você sabe como DETESTO distopias, certo? Eu gostei muito dessa série, apesar de ser um pouco superficial mas acho que iria gostar também. Abração!

    Miriã
    Eu gostei de série A seleção, só não é das minhas preferidas, mesmo assim vou ler a Herdeira e A coroa, o primeiro livro já comprei, só falta adquirir agora o segundo. Espero gostar tanto quanto você.
    abraços
    Gisela
    http://www.lerparadivertir.com/

    Miriã Mikaely 14.6.16

    Olá, Gi. Eu gostei mais desses livro do que a série toda, mas não sei se seria o seu caso. Só lendo para saber.

    Tecnologia do Blogger.