[Resenha "Desafio Históricos & Eu"] Questão de Inocência, de Louise Allen @Harlequin Books Brasil

  • 09:39
  • 01 junho 2016
  • Título: Questão de Inocência
    Autor: Louise Allen
    Lançamento: 2013
    Páginas: 288
    Gênero: Romance
    Editora: Harlequin Books Brasil
    Sinopse: Ela fugiu de um bordel... e parou na cama de um libertino!A tímida Celina Shelley pensava que sua vida estaria resolvida se abandonasse o lar de seu rigoroso pai e buscasse refúgio ria casa de uma tia distante. Para sua surpresa, ela descobriu que sua salvadora era dona de um bordel de elite! Ao buscar abrigo na casa de um dos protetores de sua tia, em vez de um senhor de idade encontrou Quinn Ashley, também conhecido como Lorde Dreycott, um homem de porte elegante e olhos faiscantes de desejo pela bela Celina... Afinal, nada mais tentador do que uma mulher que se vestia como uma freira, falava como um anjo, porém flertava como uma tentadora cortesã!

    Completando mais um item do Desafio Históricos & Eu, hoje trouxe a resenha de um romance de banca para vocês. Acabei encontrando ele por acaso na estante de uma prima e não resisti a vontade de ler. Nesse romance conhecemos Celina Shelley, uma moça que acaba de fugir de sua casa e das ordens de seu pai rigoroso. Ela encontra abrigo no The Blue Door, um luxuoso bordel onde sua tia é a dona. Apesar de estar em uma casa que mancha qualquer reputação de uma boa moça assim que lá adentra, Celina apenas trabalha com a contabilidade do lugar.


    Porém uma doença acaba fazendo com que sua tia fique de cama e impossibilitada de administrar o lugar. É nesse meio tempo que um dos "acionistas" resolve se aproveitar e toma o lugar para si. Com a nova gestão, Celina é obrigada a trabalhar como as outras moças e acaba sendo vendida a um velho lorde. Sem ter para onde ir e sem poder abandonar a tia, Celina acaba aceitando seu destino mas justo no dia em que ela iria ir para a cama com o tal homem, ele acaba tendo um derrame e morre e em seguida, dão por falta de um anel dele que custa uma fortuna. Todas as pistas apontam para Celina e ela foge do lugar sendo conhecida por uma prostituta e ladra.

    Sem saber para onde ir, sua tia acaba a mandando ao lar de Simon, o lorde de Dreycott. Mas com apenas sete semanas que estava lá, o barão veio a falecer e um novo herdeiro estava a caminho. O novo Lorde Dreycott é Quinn Ashley, um libertino consumado e erudito. Após saber a morte de seu tio-avô, ele resolve voltar a Londres para tomar aquilo que lhe pertence e conseguir sua vingança. Mas ao chegar na casa, encontra uma mulher com aparência de inocente mas que sabe a arte de flertar como uma cortesã. Celina agora virou responsabilidade de Quinn e nesse meio tempo, ele quer descobrir quem ela realmente é.

    Ao longo do livro, o leitor vai descobrir o porque que Lorde Dreycott quer tanto uma vingança e isso implica em suas ações com Celina, já que ela tem na mente que ele é um completo libertino, que se aproveita de todas as mulheres e não se preocupa com a honra. Ao mesmo tempo que Celina vai se afundando em mais mentiras para livrar sua pele da policia e da curiosidade de Quinn. Mas o que eles não podem negar é que sentem uma imensa atração um pelo outro e negar isso fica cada dia mais difícil já que eles precisam conviver juntos.


    Eu gostei muito da história porque não tem nada parecido com as que já li. Louise trouxe um enredo fantástico, cheio de suspense e uma dose única de romance. O livro é muito leve, fácil de ler e a narrativa incrível, cheia de detalhes e emoções. Apesar de ser "mais do mesmo", já que sabemos o que realmente vai acontecer, eu gostei dos personagens, acabei me apegando muito a eles já que eles fazem uma crítica muito importante a sociedade, visto que a palavra de uma pessoa com títulos e posses vale muito mais do que qualquer outra, dependendo de sua posição, mesmo que ela seja falsa. O que me irrita bastante com as pessoas dessa época, já que sempre julgavam e apedrejavam sem saber realmente os fatos das coisas. 

    O que mais chama atenção no livro também é que apesar de ter uma sedução iminente, já que se trata de um romance, as cenas sensuais em si são até pouquíssimas se comparadas a outros livros e eles de fato só vão para a cama no final do livro e se você ler entenderá o porquê. Gostei muito disso porque a autora estava mais empenhada em mostrar o envolvimento dos personagens pela convivência e não somente pelo desejo aparente que eles sentem.O livro tem uma ótima diagramação e é bem pequeno, já que é de banca. Tem uma capa linda e encantadora e faz parte de uma série de três livros. É para um público que gosta de romances de época mas que também gosta de uma belo drama, daqueles que faz a gente sentir um leve medo. Você vai se encantar com Celina e Quinn e torcer pelos dois.



    Minha evolução do desafio:
    • Ler um Romance Histórico com um casal na capa. (O Príncipe dos Canalhas)
    • Ler um Romance Histórico nacional.
    • Ler um Romance Histórico clássico.
    • Ler um Romance Histórico em que o mocinho seja guerreiro.
    • Ler um Romance Histórico com a temática casamento. (Ligeiramente Casados)
    • Ler um Romance Histórico com mais de 500 páginas.
    • Ler um Romance Histórico de banca. (Questão de Inocência)
    • Ler um Romance Histórico com a capa masculina. (O Último dos Canalhas)
    • Ler um Romance Histórico ambientado no século 19. (Um Beijo Inesquecível)
    • Ler um Romance Histórico que você comprou pela capa. (As Regras da Sedução)
    • Ler um Romance Histórico que o título comece com a inicial do seu nome.
    • Ler um Romance Histórico sobrenatural/fantasia.

    Comentário(s)
    8 Comentário(s)
    Lilian Huzyk 1.6.16

    Adorei esse romance! Nós nem damos moral pra esses romances de banca, mas eles são os melhores! Essa mocinha parece ser bem decidida né, adorei mesmo! Sua resenha está ótima!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    oi, oi.

    gente, eu leria esse livro na hora. até anotei o nome dele na minha listinha aqui. <3 eu adoro histórias que envolvem temas polêmicos... dá uma vontade beeem maior de devorar mais rápido o livro. amei! <3

    bjs!

    Não me venha com desculpas

    Oiiiiii

    Sou apaixonadíssima por romances históricos e estou aqui me perguntando porque não conhecia esse desafio???? Adorei esse e não o conhecia. Esses romances de banca são muito bons e os livros da Julia Quinn primeiramente foi de banca depois a arqueiro comprou os direitios, olha o potencial. Adorei sua resenha e já quero ler <3

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    Oiiii tudo bem??
    Que legal ein.... adorei a sua resenha... já li muitos romances de banca quando era mais nova... hoje em dia não leio tanto, mas fiquei imensamente curiosa por essa história... porque gostei quando disse que a autora deu um om desenvolvimento no romance do casal e a parte física ficou mais para o final... gosto desses detalhes que vão acontecendo aos poucos, sem muita correria... assim que eu tiver a oportunidade irei atrás... xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    É um livro ótimo, Adriel. Me chamou mais o tema já que fala sobre bordéis, prostitutas e etc. Vale a pena ler!
    Beijão.

    Que legal, Stefani. Não sabia que os da Quinn eram de banca, são tão bons!! Amo os livros dela, aliás, amo livros de época!
    Beijos.

    É muito importante que os autores se preocupem em mostrar como o casal se envolveu, não se deixando levar pelo desejo e isso me chamou atenção, afinal, eles realmente só ficam de verdade na última página do livro. Talvez seja isso que algumas pessoas gostam quando querem ler romances de época.
    Beijo.

    Naty Araújo 2.6.16

    Miriã, fiquei bem curiosa para saber o pq da vingança, mas confesso que o gênero não me agrada tanto.
    Adorei a resenha e as fotos. Assim como adorei o blog também.
    https://revelandosentimentos.blogspot.com

    Tecnologia do Blogger.