[Resenha] Peça-me o que quiser e eu te darei, de Megan Maxwell @Suma de Letras

  • 17:40
  • 07 setembro 2016
  • Título: Peça-me o que quiser e eu te darei
    Autor: Megan Maxwell
    Lançamento: 2016
    Páginas: 576
    Gênero: Erótico / Romance / Literatura Estrangeira
    Editora: Suma de Letras
    Classificação:
    Sinopse: Os anos se passaram. Judith Flores e Eric Zimmerman vivem em uma bela casa em Munique com os três filhos. E continuam tão apaixonados quanto no dia em que se conheceram. O alemão e a espanhola enfrentam juntos os desafios de criar um adolescente e de manter o desejo aceso no casamento. Apesar disso, tudo parece ir bem, até o dia em que uma mulher do passado de Eric reaparece e coloca à prova todas as certezas de Jud. Já os melhores amigos do casal, Mel e Björn, estão mais felizes do que nunca. E o advogado sonha com o dia em que a ex-tenente do Exército americano deixará de ser tão teimosa e aceitará se casar com ele. Unidos pela amizade e pelo sexo, os dois casais enfrentarão juntos as armadilhas que o destino coloca em seus caminhos. Será que o amor verdadeiro é mesmo capaz de vencer tudo? 
    Algumas pessoas não sabem mas eu sou uma fã do gênero erótico, e minha autora favorita é inclusive a Megan Maxwell com sua trilogia Peça-me o que quiser. Este ano, a editora Suma das Letras anunciou que a autora iria lançar mais um livro para acrescentar e eu não me contive de ansiedade até conseguir ter o livro em mãos e devorá-lo. Neste último volume, Eric e Jud já estão casados há 5 anos. Flyn tem 14 anos e de um garotinho tímido e retraído, tornou-se um menino bonito e popular. Eric e Hannah, os filhos de Jud tem 3 e 2 anos, respectivamente.

    Antes de começar a resenha, uma dica para quem quer ler este volume, leia antes o livro da Mel e do Björn, Surpreenda-me, pois neste livro eles são co-protagonistas, e para não levar spoiler sobre a relação de ambos, melhor ler o livro antes.

    Com o passar dos anos, Jud e Eric comprovaram que foram feitos um para o outro, mesmo ambos sendo completamente opostos. Com três filhos agora, eles precisam enfrentar os problemas do dia a dia e ainda assim manter as relações sexuais quentes. Flyn entrou na puberdade e Megan nos mostra os males que esta causa: falsas amizades, bullying, abuso de drogas e pequenos delitos. Jud já não sabe o que fazer mais e todas ás vezes que tenta conversar com Eric sobre a mal criação de Flyn, ela e ele brigam loucamente.

    Além disso, Eric está cada vez mais absorto pelo trabalho e muitas vezes chega tarde em casa. Seu tempo com Jud fica cada vez mais escassos e ela começa a pensar que ele já não a ama do mesmo jeito. Se não fosse para piorar, Ginebra, uma ex-namorada de Eric, reaparece em suas vidas e Jud fica mais insegura ainda. Tentando resolver seus problemas, Jud acaba escondendo, mentindo e entrando nas maiores enrascadas e isso a faz se distanciar cada vez mais de Eric.

    O que mais gostei nesse livro é que ele nos insere de maneira fácil na vida de casados dos personagens principais. Fiquei diversas vezes me imaginando nas mesmas situações e tentando entender como as coisas se desenrolam quando aquela paixão de início de relacionamento começa a esfriar. Jud continua impetuosa, ousada, louca por sexo e cabeça-dura. Sua teimosia muitas vezes me irritou, mas isso faz parte de sua personalidade e não vejo porquê a autora teria que mudar isso logo agora. Eric continua frio mas quando pode sempre mostra que seu coração é romântico e que pode fazer qualquer coisa por Jud. As brigas do casal são constantes e é um Deus nos acuda. Eric é impetuoso quando fala algumas verdade e isso magoa profundamente Jud, mas quando ela quer, ela sabe ser maldosa também.

    Mesmo com algumas reviravoltas que o livro tem, eu consegui descobrir e desvendar todas as surpresas que ele reserva, então não foi tão impactante para mim, mas nem isso tira o brilho que os personagens recebem nesta obra. As cenas de sexo como sempre são extremamente picantes e muito bem desenvolvidas, então se você não é acostumada com livros assim, não leia este.

    A narrativa não decepciona e nem a diagramação. Megan continua com seu mesmo estilo de escrita, fácil e leve, daquele jeito que faz nos sentir como os próprios personagens. Acredito que este livro me encantou bastante porque matou a saudade que eu sentia deste casal. Jud e Eric sempre roubam as cenas e isso sempre me cativou, sou completamente apaixonada por eles. Se você já leu a série e quer relembrar as divertidas presepadas e cenas quentes desse casal, leia este livro! 

    Comentário(s)
    11 Comentário(s)

    Oi Miriã!

    Nossa eu amo de paixão a Megan Maxwell e acho que as personagens dela são teimosas e irritantes por vezes. Gosto disso porque afinal ninguém é perfeito. Ainda não li o livro, mas estou doida pra ler, já morro de saudades do Eric e da Jud!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    Oi!

    Eu nunca tive muito interesse nesse livro e não sei se leria.
    Mas fico feliz em saber que foi uma experiência bem legal pra você!!

    Beeijos

    ooutroladodaraposa.com.br

    Oi, Mi
    Sou apaixonada por estes dois e por isso não resisti e li logo. Amei cada segundo!

    Oi. Acredito que o gênero não encante alguns, mas se tiver oportunidade, leia.
    Beijo

    Alice Duarte 8.9.16

    Oiii Miriã

    Esse não é meu tipo de livro, eu realmente não me identifico muito com o gênero, além de que já tentei ler uns chick lit da Megan e até agora nenhum me convenceu totalmente, digamos assim que eram apenas aqueles livros que a gente termina e diz: humm, ok.
    Enfim, essa dica vou deixar passar, mas fico feliz que vc tenha gostado da leitura.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    Oi, Alice. Entendo que não tenha gostado, eu também posso dizer o mesmo dos chick-lits, mas esta série me pegou de jeito.
    Beijo

    Olá,
    Ah, já estava com vontade de ler algo da autora - esses dias eu sonhei que me recomendavam ler um livro dela haha - e agora com a resenha, gostei mais ainda.
    Adorei que ela foi além e resolveu mostrar a vida pós o dito felizes para a sempre, porque na vida real não é bem assim. E com filhos, lidando com colegial e tals. Acho que vou gostar. Adorei a resenha!

    P.S.: Pois é, eu até gosto dos livros mais realistas, que envolvem superação e vítimas, o problema é que eles ficam na mente e me preocupa haha
    Você já leu Identidade Roubada da Chevy Stevens? Foi um que gostei bastante, que lida com vítimas de violência.

    tenha um ótimo final de semana =D
    Nana - Obsession Valley

    Olha, eu super recomendo o livro - mas para aquelas pessoas que não tem inibições. Senão a história fica chata rsrs
    Eu li sim e acho que são as melhores!!! Eu amei essa história, sofri com a personagem e por isso estou esperando para ler outros do mesmo gênero.
    Beijo

    Oi Miriã
    Já li os três primeiros livros da série, falta ainda ler Surpreenda-me, que está na estante mais ainda não tive tempo. Também já tenho este novo e fico feliz de saber que você gostou. Acho que é mais um livro para se matar a saudade dos personagens, o que não tira seu mérito. Estou curiosa para saber mais da vida do casal dez anos depois.
    Abraços,
    Gisela
    Ler para Divertir
    Participe do Top Comentarista de Setembro, serão 3 ganhadores e você ainda pode ganhar um livro a sua escolha.

    Miriã Mikaely 11.9.16

    Oi, Gi
    Acho que a Megan quis antes de tudo matar a saudade dos personagens, e olha que ela fez isso super bem!

    Luana Francisco 27.9.16

    Oii!! Tinha ouvidos boatos sobre o lançamento desse livro, mas não sabia se eram real.
    Eu parei de ler a série na metade do 3 livro, mas depois de ler sua resenha fiquei morrendo de vontade de retomar a leitura para ler esse ultimo livro. Ótima resenha!
    Beijos
    http://no-universo-dos-livros.blogspot.com.br/

    Tecnologia do Blogger.