[Resenha] Acesso aos bastidores - Olivia Cunning

Myrna é professora de psicologia e fanática pela banda Sinners. Especialmente por Brian Sinclair, o guitarrista e compositor que, além de talentoso, é deliciosamente lindo. Ela se surpreende ao encontrar a banda no mesmo hotel em que está hospedada para participar de uma conferência. Mais surpreendente ainda é, após alguns drinques juntos, despertar o desejo de Brian. Ela sabe que a vida de astro de rock tem um preço e estaria feliz deixando essa paixão para trás. Mas será que Brian e Myrna conseguirão ficar separados? Quando o passado de Myrna ameaça sua vida, Brian precisa decidir se aquilo que tiveram juntos não é a resposta que ele buscava há tanto tempo.

Erótico | 328 páginas | Editora Paralela | Este livro faz parte do projeto NA por mês 

O que você faria se encontrasse sua banda preferida bebendo e se divertindo no mesmo hotel onde você está hospedada? Com certeza você iria querer dar um oi, pedir autógrafos a eles. Myrna é uma acadêmica formada na psicologia da sexualidade humana, e está participando de uma conferência sobre o assunto em um hotel, e acabou passando por essa mesma situação. A banda Sinners composta por Sid (vocal), Jace (bateria), Eric (baixo) e Trey e Brian (guitarras) estão justamente ali, em sua frente, bebendo algo e conversando animadamente entre si. 

Ela se sente atraída por todos, mas Brian Sinclair é aquele que mais admira por criar rifs e solos de guitarra como ninguém. O que ela não esperava é que o romântico incurável da banda acabaria se interessando por ela, mesmo tendo todas as mulheres que quisesse em sua cama. Os dois então passam alguns dias juntos e um desejo imenso de estar ao lado um do outro surge. O problema é que Myrna já sofreu demais com seu ex-marido e não quer um relacionamento, já Brian se apaixona fácil demais e fará de tudo para que Myrna seja dele. Será que o charme do astro de rock conseguirá conquistar o coração dessa moça?

MINHA OPINIÃO
Acesso aos bastidores estava já pegando poeira aqui em casa já que eu sempre colocava outro livro na frente dele, mas assim que o desafio do mês de fevereiro do projeto que estou participando foi ler algum livro que tivesse festa ou banda no enredo, resolvi que esse seria o livro certo para mim. O interessante desse livro é que eu não sabia bem o que esperar, já que não tinha lido sinopse alguma, acontece que mesmo com um enredo nada inovador, ele ainda conseguiu me surpreender de uma forma positiva.

Myrna é professora de psicologia sexual e é um grande sonho para ela estar na frente de um dos seus maiores ídolos: Brian Sinclair. Ela ainda não acredita na sorte que teve quando acabou o levando para a cama, sendo sete anos mais velha do que o guitarrista. Quando era casada, Myrna sempre queria tentar coisas novas com seu ex-marido, mas ele sempre a chamava de puta e acreditava cegamente que ela o traía. Com Brian ela pode experimentar tudo aquilo que sempre quis sem ser julgada. E olha, que é literalmente TUDO. Neste livro encontramos cenas de sadomasoquismo, voyeurismo, sexo gay, ménage à trois entre outros, então se você não curte livros com essa temática, melhor devolver esse para a estante porque 75% do enredo é sexo. Por mais incrível que pareça, eu não me irritei por haver tantas cenas assim, no máximo, achei diferente. A questão é que a escrita da autora é tão envolvente e cativante, que você simplesmente não se importa com isso e só quer saber de devorar o livro.
Who's Tanny?
Brian, por outro lado, mostra-se muito fácil de você gostar. Mesmo sendo um romântico incurável, ele mostra que é sedutor e sabe muito bem como exercer seu charme sobre uma mulher. Claro que tem umas coisas que  são impossíveis de crer como o fato dele e Myrna transarem quase o tempo todo. Não sei se alguma pessoa teria tanta resistência física para isso, mas ok.

A gente também vai descobrindo aos poucos porque Myrna tem tanto medo do ex-marido e entendendo melhor seus medos e traumas. É impossível não ficar  apaixonada pelos outros integrantes da banda e estou louca para ler logo a história do Sed, que parece ser a mais interessante. Sem contar que cada um tem uma peculiaridade sexual diferente, o que é bem abordado nesse livro mas que acredito terá um aprofundamento maior nos respectivos livros sobre eles.

Acesso aos bastidores é um livro clichê, não traz nada de novo, mas seus personagens marcantes e envolventes deixa a leitura mais animada e o leitor se vê logo com vontade de terminar a obra. Além de abordar vários tipos de relações sexuais e violência doméstica, ainda podemos entender um pouco sobre música, bandas e melhor ainda, as groupies. Aquelas mulheres que correm atrás de cantores famosos como se fossem cachorrinhos. O legal da autora é que ela traz um questionamento muito interessante sobre elas, o qual eu não vou revelar para vocês ficarem impelidos a ler o livro. É uma leitura super indicada aos amantes do gênero erótico já que a autora trabalha cenas pra lá de quentes e muito bem detalhadas.


11 comentários

  1. Oi, Miriã!
    Confesso que não tinha muito interesse nesse livro, até comentar sobre essas experiências da Myrna. Eu acho muito interessante e bem válidos livros que abordam essa sexualidade da mulher e a questão da inovação. Mulher e sexo são assuntos ainda muito tabus na sociedade, então quanto mais livros, melhor.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Literário de Carnaval
    Resenha Premiada Paixão e Crime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu. Esse livro aborda a sexualidade de uma maneira bem legal até porque você consegue ver todos os tipos de sexo aqui, é importante pois quebra alguns tabus sobre o mesmo, o que é mais interessante ainda. Mesmo assim, confesso que o livro não tem nada demais kkk

      Excluir
  2. Oi, Miriã.
    Apesar de falar sobre sexo me parece um livro bem animado né rs.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila. É um livro muito animado, é engraçado até pois tem muitas situações nada normais na história.

      Excluir
  3. Olá, Miriã.
    Eu não conhecia esse livro ainda a acredito que pelo menos no momento eu não leria ele. Achei bem parecido com outros livros do gênero e não sou muito fã desse excesso de sexo. Mas quem sabe mais para frente.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil. Eu acredito que o livro é realmente para quem curte o gênero, pois a pessoa pode achar que ele não tem nada de bom ou contém sexo demais, por isso se não for seu gênero favorito, melhor não ler.

      Excluir
  4. Oi Miriã, tudo bem?

    Eu não conhecia essa obra e fiquei me perguntando porque não conheci antes. O gênero tem me agradado bastante nos últimos tempos, e trago belas surpresas, mesmo com seus clichês gingantescos. Gostei do fato de a personagem ser mais velha, de certa forma toca na ferida de muitas pessoas, que se importam muito para a idade. As cenas de sexo que você citou parecem bem fortes mesmo e me agradam. Resumindo, mais umavez você arrasou na sua resenha e me deixou com vontade de ler a obra!

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alice. Assim, a obra é pra quem realmente curte o gênero pois pode achar que as cenas de sexo são exageradas e até nojentas (algumas), por isso é bom que você leia o livro com a mente aberta.
      Beijo!

      Excluir
  5. Assim que vi o lançamento desse livro fiquei ultra curiosa para ler e sua resenha confirmou : Tenho que ler ;) RSrs
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza. O livro realmente me surpreendeu de uma forma muito positiva, gostei bastante. Espero que goste!

      Excluir
  6. Esse livro me parece ser muito interessante. Pela história de Myrna, percebe-se que ela é uma garota bem atraente. Vou colocá-lo na minha lista de leitura das férias. rs

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤